ESCOLHA SEU IDIOMA     
NOTÍCIAS
Nansen amplia linha de medidores para micro e minigeração

FGTS pode passar a ser liberado para quem compra de equipamentos de microgeração

17/12/2015


A linha de medidores Nansen com funcionalidades voltadas para Micro e Minigeração Geração Distribuída (MMGD) está crescendo. Os medidores foram desenvolvidos para atender a consumidores dos grupos A e B, e possuem diversas opções de tecnologias de medição e interfaces de comunicação com sistemas de gerenciamento. A resolução normativa 482 da ANEEL, de dezembro de 2012, permite ao consumidor brasileiro gerar sua própria energia (micro e minigeração) e, em caso de geração excedente, comercializar o saldo para a concessionária.

Os medidores Nansen compatíveis com a MMGD são Vector PAR, Spectrum S-200 FX, Spectrum K ART, Spectrum K 2,5 ART e KS 7014, todos contém a opção de funcionalidade bidirecional. As aplicações possíveis vão desde a medição da energia ativa e reativa consumida e gerada, até possibilidades de gerenciamento mais avançadas como leitura de demanda, memória de massa para gestão do histórico do consumo, múltipla tarifação e interfaces de comunicação (RS232 e PIMA), que permitem o tratamento dos dados disponibilizados pelo medidor por Centros de Medição.

FGTS pode passar a ser liberado para quem compra de equipamentos de microgeração 

A microgeração deve ganhar ainda mais força no mercado brasileiro. Um projeto de lei (PLS 371/2015), do Senador Ciro Nogueira, está tramitando no congresso e libera o uso do FGTS (Fundo de Garantira por Tempo de Serviço) para o trabalhador que quiser gerar energia em sua casa. O critério para aderir ao programa é a geração de energia a partir de fontes renováveis. Além disso, o trabalhador deverá comprovar 3 anos de carteira assinada.